# Preparados para a aprovação.

# Preparados para a aprovação.

Por |

       Esta semana ao assistir um programa na televisão, pude ouvir o apresentador mencionar a seguinte frase a sua entrevistada, que se mostrava grata pelas portas que se abriram desde sua primeira entrevista naquele local – “O motivo que a fez vitoriosa não foi estar neste programa em ocasiões anteriores, mas, estar devidamente preparada quando a oportunidade bateu à sua porta”.      
       Na vida adulta é de notória sabedoria o fato de se estar preparado para as oportunidades, tanto as que surgem de forma inesperada quanto às programadas, posto que esta seja uma obrigação inerente à própria escolha profissional. O sentimento decorrente do reconhecimento é de imenso bem estar. Revela-se a certeza de ter feito o que era apropriado fazer.
       Muitos de nós quando não estamos colocados no mercado de trabalho, às vezes escolhemos viver pelos olhos da carne, e o resultado é uma vida de lamentação, ao invés de vivermos pela fé, aperfeiçoando a arte que nos trará a possibilidade de dias melhores.
       Para todo aquele que se alimenta das palavras contidas nas sagradas escrituras, são conhecidas as seguintes parábolas – “O servo vigilante” – “As dez virgens”. A primeira pelo evangelho de Lucas (12:35), e a segunda pelo evangelho de Mateus (25:1).
       Por elas Cristo nos advertiu quanto a sua segunda vinda, e como devemos ser encontrados a fim de que sejamos agraciados a viver a eternidade na presença do próprio Criador.
       Maravilhoso será esse dia! Palavras são limitadas para descrever esse instante. Imagine você, mediante os olhos do espírito, o tamanho de sua felicidade ao ser reconhecido como merecedor desta graça definitiva e eterna.
       Na vida profissional é certo que devemos estar aptos para os momentos em que nos dispomos a realizar o ofício escolhido. A atualidade se caracteriza pela acirrada disputa profissional, no entanto, o esmero, a seriedade e a busca constante pelo aperfeiçoamento são meios próprios para o surgimento das oportunidades.
       Se para a vida deste corpo corruptível estas orientações se fazem necessárias, o quão importante é nos prepararmos para a volta de Cristo, e nesse momento surpreendente sermos encontrados aprovados mediante os testemunhos e comportamentos que tivemos, tendo o amor como pavimento de todas estas atitudes de fé.
       Que o amor por Cristo e à boa nova do reino brilhe em seus olhos e ressoe em seu espírito, dando-lhe a oportunidade de se preparar de forma devida.
       Shabbat Shalom!
       Sadi – Um peregrino na Palavra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *