# Alma Vivente

# Alma Vivente

Por |

 

 

       O homem por ser o humano destituído da harmonia e do equilíbrio divinos, constituído pela linhagem nascida do pecado, qual seja da desobediência, necessita urgentemente do auxílio do Criador. Alguns de seus comportamentos instáveis são a irritação, a impaciência e a amargura que carrega consigo por onde anda. Em outros testemunhos procura por um culpado por seus fracassos, passando a murmuração a ser sua principal companheira. E desta forma sua vida se torna um oceano de mágoas salgado pela falta de perdão.

        Mas, espere um pouco, neste contexto em que a alma vivente anda a se defender, eivada de motivos egoístas, se inclui o homem que conheceu a palavra do SENHOR, que aceitou a Jesus como seu Senhor, tendo por isto se batizado?

       Certamente que sim. Mesmo o homem que nasceu de novo continuará a pecar enquanto viver. Vivemos ainda em corpo corruptível. Aquele que diz o contrário mente. No entanto, ao aceitarmos obedecer ao SENHOR é preciso termos consciência que mesmo sendo falíveis, seguiremos deste momento em diante em direção ao alvo, que objetiva à salvação, vivendo em nós a obra da cruz. Obras e fé pavimentam tal estrada.

       Portanto, ainda sendo o humano convertido à palavra de Cristo, este, tal qual ao que inicia exemplificado neste texto, poderá viver tantas vontades da alma quanto aquele, e desta forma se não viver a palavra constante no texto de Paulo aos Gálatas (6:14), estando o mundo crucificado para ele e vice-versa, não diminuirá a si mesmo para que Cristo aí aumente, e viverá apenas o amor a sua própria vida e não a obra de redenção feita pelo Filho na cruz.    

Shabbat Shalom

Sadi – Um peregrino na Palavra

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *