Tag Archive: Cristo

25
out

Fé Vacilante

Gelson de Almeida Jr.

Homem de pequena fé, porque duvidou? ” Mateus 14:31 (NVI)


Era madrugada e o dia fora intenso. Os discípulos, navegando no Mar da Galileia, percebem um vulto que se movia sobre as águas. Pedro indaga quem é e tranquiliza-se ao ouvir a voz do Mestre, mas, duvidando, pede para andar sobre as águas. Ouve o convite e desce do barco, mas, ao sentir o vento forte, teme, começa a afundar e clama ao Mestre por socorro. Nesse instante ouve as palavras do texto acima.

O homem que testemunhara a cura de sua sogra, a transformação de água em vinho, a cura de leprosos, de endemoniados, de um paralítico, a tempestade no mar que se acalmara, a ressurreição de uma menina e que, horas antes, participara da multiplicação dos pães, agora, frente a frente com o Mestre, teme o vento. Teve coragem para descer do barco, sentiu o mar se tornar sólido sob seus pés, mas temeu o vento!

Convivendo com o Doador da vida temeu afundar no mar. De nada adiantara o tempo passado com o Mestre, ainda possuía uma fé vacilante. Em realidade sua fé nada mais era que uma demonstração clara da confiança que tinha no Mestre. Confiava tanto que desceu do barco. Todavia, entre confiar no Mestre e temer o vento, escolheu temer o vento.

Achava-se forte espiritualmente, mas era fraco, medroso e temeroso. Na verdade Pedro nunca experimentara de verdade o poder transformador do Mestre em sua vida. Conhecia de ouvir e testemunhar, não de experimentar.

Situação parecida é a de muitos hoje em dia. Dizem confiar no Eterno, mas na primeira prova mais aguda sua fé desfalece. Como Pedro, passam tempo com Cristo, mas a fé continua vacilante. Não entendem que para alcançar uma fé inabalável é necessário mais que ficar ao Lado dEle, é necessário viver com Ele e torná-Lo o Senhor das ações. J. Stott, em O Discípulo Radical, afirma que o tamanho da nossa fé está diretamente relacionado ao “tamanho” do nosso Cristo. Nossas ações no dia a dia e nosso comprometimento com o Seu trabalho mostrarão o tipo de Cristo em quem confiamos.

Sua fé não é adequada? Busque conhecer o Eterno de forma empírica e profunda, viva de forma plena e abarcante a fé que professa ter. Não permita que a dúvida e o medo o assaltem. Cristo é maior que tudo e todos e estará ao seu lado até o fim (Mateus 28:20).

27
set

Testemunhando

Gelson de Almeida Jr.

Há muitos anos, na cidade de Bedford, três mulheres conversavam à porta de uma residência acerca de sua experiência espiritual. Muito entretidas, não perceberam a chegada de um homem, que ficou a ouvir o que falavam. Aquilo marcou-o tanto que decidiu conhecer mais acerca do Jesus de quem falavam as mulheres, afim de ter experiência parecida com a delas. Se converteu, seu nome, John Bunyan, autor da célebre obra “O Peregrino”. E as mulheres, quem eram? Nunca se soube quem eram, mas, com certeza, deram testemunho eficaz da fé que abraçavam.

Provavelmente aquelas mulheres morreram sem imaginar o valor de um verdadeiro testemunho e a extensão do que fizeram naquele dia. A verdade, porém, é que somente a eternidade revelará o tamanho e a extensão do testemunho que deram em sua vida.

Ao longo da vida tenho encontrado pessoas que, em tom de desânimo, afirmam saber do seu dever de levar almas aos “pés de Cristo”, mas que se sentem incapazes de fazer isto, dizem “não ter jeito para a coisa”. Sempre digo que, muito mais importante que pregar Cristo para as pessoas, é viver Cristo para as pessoas.

O mundo precisa conhecer Cristo, apresente-O ao mundo, fale de Seu amor, mas mostre o Seu poder, poder que vivifica e transforma todos os que a Ele se achegam. Um exemplo de vida vale mais que muitos sermões pregados na mais imponente igreja.

28
jun

Cansou, pegue uma carona!

Gelson de Almeida Jr.

Anos atrás, quando o acesso a bicicletas com marchas era muito restrito, inúmeras vezes vi garotos pedalando ladeira acima quase que sem forças para terminar o trajeto, até que aparecia um caminhão ou um ônibus e, sem pensar duas vezes, agarravam na lateral do veículo ladeira acima. Era interessante ver o sorriso de alívio e alegria quando chegavam ao alto da rua.

Nos evangelhos encontramos uma grande quantidade de homens e mulheres que estavam a subir a “ladeira” de sua vida quase sem forças, prestes a desanimar, até encontrarem o Salvador, que lhes deu uma “carona” ladeira acima. Desânimo, desesperança, tristeza, pesar, dor, nada resistia à presença do Salvador, a vida triste e sem sentido tinha um novo colorido, um novo sentido, Cristo operara a mudança.

As bodas de Caná, Marta e Maria, a mulher com fluxo sanguíneo, Jairo, a viúva de Naim, Bartimeu, o paralítico junto ao tanque de Betesda e o endemoninhado de Gadara são apenas alguns exemplos de situações onde a presença e atuação do Salvador mudou completamente o rumo das coisas. Mesmo para aqueles que achavam que a vida estava boa e tranquila, como Zaqueu, as coisas melhoraram.

O Homem que deu novo sentido à vida de seus contemporâneos quer fazer o mesmo na sua. Não importa o problema pelo qual esteja passando, não importa o tipo de vida que tenha ou a situação em que se encontre Ele pode mudar a sua sorte. Ele pode, e quer dar, um novo sentido à sua vida. Neste exato instante Sua mão está estendida em sua direção, apenas confie e pegue-a. A promessa é clara, o seu fardo se tornará leve e o seu jugo suave (Mateus 11:28-30).

05
maio

O Encontro – Parte III

Gelson de Almeida Jr.

João 3:1-21, mostra o encontro entre Nicodemos e Cristo. Homem da lei, profundo conhecedor da Palavra e membro do mais alto órgão eclesiástico de seu tempo, o Sinédrio, Nicodemos admirava Cristo e acompanhava Seu Ministério, mas, de longe. A pressão social não deixava que se aproximasse de Cristo, muito menos segui-Lo. uma noite criou coragem e pediu uma entrevista com o Mestre, ainda se preocupava com o que diriam a seu respeito.

Na entrevista o Mestre falou do amor do Pai e do Seu próprio papel no plano da salvação e apontou-lhe o caminho da salvação. Aquela foi “a noite” na vida daquele homem, mesmo assim não teve coragem de seguir a Cristo abertamente. Pouco tempo depois, porém, diante dos líderes religiosos da época, mesmo que timidamente, defendeu Cristo, mas foi após a Sua morte que ele, ao interceder, com José de Arimateia, junto aos líderes do governo local para que o corpo de Jesus fosse liberado, finalmente mostrou de que lado estava. A partir daí não teve mais receio de mostrar sua fé.

A Bíblia não relata quanto tempo Nicodemos seguiu de longe, mas enfatiza que um dia ele se encontrou com Jesus e dali para a frente, sua postura mudou, culminando no compromisso público. Talvez, como ele, você tenha uma admiração muito grande pelo Eterno, mas a pressão social (família, amigos, etc.) ou qualquer outro tipo de situação o impedem de assumir compromisso público com Ele. Nicodemos teve tempo de assumir compromisso público e aproveitou muito bem a oportunidade.

O que falta para que você assuma publicamente compromisso com o Eterno? Cristo afirmou que se envergonhará, diante do Pai, daqueles que dEle se envergonharem (Lucas 9:26) e que negará aqueles que o negarem (Mateus 10:33). Quer que Cristo tenha orgulho de você, que o defenda e fale bem a seu respeito diante do Pai? Assuma compromisso público com Ele, você só terá a ganhar.

14
abr

Felizes os Mansos

Gelson de Almeida Jr.

Sobre minha mesa tenho os nomes de sete alunos cuja família deverá ser convocada para que tome ciência de ações praticadas pelos mesmos. Um deles fez um comentário ofensivo no grupo de WhatsApp da turma, outro revidou com um comentário pior, em questão de minutos haviam se envolvido numa discussão ferrenha, chegando ao ponto de ameaças à integridade física de terceiros. Tentando se explicar diziam: O fulano começou. Disse-lhes que, tivessem eles ficado em silêncio e tudo teria se resolvido de forma tranquila.

Atitude muito diferente da de Cristo quando estava diante de seus acusadores. Após uma enxurrada de perguntas e acusações, que espantaram o próprio Pilatos, o que realmente impressionou o tribuno foi a atitude do Mestre, silêncio absoluto, não emitiu uma única palavra (Marcos 15:4 e 5). Aquele que criara a Terra com o poder de Sua palavra, que, com um leve gesto, poderia ter destruído a todos, e que era absolutamente inocente, não falou nada. Mostrou que a mansidão, por ele pregada no sermão do monte, não era para ser falada ou defendida, era para ser praticada.

Quantos há que, no plano espiritual, se acham fortes, quase invencíveis, mas são facilmente derrotados no quesito “temperamento”.  Os alunos perderam a condição de inocentes no instante em que deixaram a mansidão de lado e partiram para o ataque. Perderemos a condição de inocente, a possibilidade da intervenção divina plena e, por que não dizer, a eternidade, se deixarmos de lado a mansidão. Saber ouvir e silenciar são as regras de ouro da mansidão e mansidão é condição sine qua non para herdarmos a eternidade.

31
ago

O que você deseja?

Gelson de Almeida Jr.

Você, assim como eu, já ouviu essa pergunta diversas vezes. Com algumas variantes, via de regra é uma pergunta que nos traz alívio, principalmente quando nos sentimos meio perdidos ou confusos em uma determinada situação, querendo muito a ajuda de alguém.

Jesus-em-BetesdaEssa era a situação de um homem, paralítico há 38 anos e que estava junto ao tanque de Betesda aguardando um milagre, o de que alguém o colocasse no tanque assim que as águas fossem agitadas. Segundo a crença da época, o movimento das águas era causado por um anjo que descia dos céus, agitava as águas e curava o primeiro que nela entrasse.

Cansado de esperar pelo milagre o homem viu, certo dia, um estranho se aproximar e perguntar se queria ser curado. Respondeu que não tinha quem o colocasse dentro do tanque quando as águas se agitassem. Pobre coitado, estava diante do Comandante de toda a hoste angélica, que lhe pergunta se queria ser curado e ele apenas reclama que não tinha quem o colocasse na água quando o anjo viesse!

Situação idêntica a dele é a de muitos hoje em dia. Passam pela vida esperando por um milagre, querem a atuação do emissário celeste em sua vida, mas, quando estão diante dAquele que comanda todo o universo, Aquele que realmente pode mudar o curso de sua vida, que lhes pergunta o que desejam ou se querem ser curados, focam o olhar apenas no seu problema e na solução que acham ser a mais viável.

Tivesse Cristo atendido o desejo daquele homem, e o colocado dentro do tanque quando as águas se agitassem, provavelmente ele teria morrido paralítico. Felizmente o Eterno não nos atende do modo como gostaríamos. Nem sempre nos dá o que pedimos, mas sempre nos concede muito mais do que precisamos. Assim como atendeu os mais profundos anseios do paralítico Ele quer atender os seus. Portanto, abra os olhos, preste atenção no Homem que está ao seu lado. Deixe-O atuar em sua vida.

09
set

Independência X Salvação

Gelson de Almeida Jr.

Hoje, quando escrevo, foi comemorada a independência do Brasil, feriado onde ocorrem comemorações por todo o país. Quero traçar alguns paralelos  entre a história oficial da independência do nosso país do jugo português com a salvação que obtivemos da pena de morte a nós imposta pelo pecado, onde cada um poderá aprofundar suas reflexões.

Enquanto a independência foi assinada pelo filho do rei de um país europeu, nossa salvação foi concedida pelo filho do Rei do Universo; D. Pedro era filho de um monarca tirano, Cristo é Filho de um Rei que nos ama incondicionalmente; o símbolo da independência é uma espada erguida, o símbolo da salvação é uma cruz erguida; como país o Brasil já nasceu endividado, como libertos do pecado, nascemos completamente livres, Cristo pagou o preço; D. Pedro se tornou um monarca egocêntrico e autoritário, Cristo fundou um reino baseado no amor e na bondade; ao primeiro sinal de oposição mais forte Pedro I fugiu para seu país de origem, não foi a oposição ao Seu trabalho que fizeram Cristo retornar ao Seu local de origem, foi o Seu amor por nós e o desejo de preparar um lugar para você e eu.

A corrupção e a ganância dos homens colocaram nosso país à beira do caos, quanto ao reino fundado por Cristo nada nem ninguém poderá abalar ou destruir, é um reino eterno (Daniel 2:44). Não importa o que os homens façam ou tentem fazer, o Eterno sempre faz melhor, tudo é perfeito e duradouro, pois perfeição e eternidade são atributos Seus, que, em Sua infinita bondade e misericórdia, deseja conceder a você e a mim. É uma oferta, você aceita se quiser, a escolha é sua, mas, diante de tudo isto, só tenho uma coisa a dizer: “Ora vem, Senhor Jesus”.

02
set

O Caminho em meio a caminhos

Gelson de Almeida Jr.

“Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho?” João 14:5


 

A afirmação/pergunta acima foi feita por Tomé logo após Cristo dizer que retornaria aos Céus, mas que voltaria para buscar os que Lhe fossem fieis. Mais de três anos de convivência diária, e Tomé fala isto! Pior ainda, se nenhum dos outros discípulos discordou da fala é porque concordaram com ele. Intitulados “discípulos” não tinham clareza da pessoa de Cristo e do caráter de Sua missão. Cristo então afirma de forma categórica e inequívoca, “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (v. 6).

Sábado passado uma pessoa me disse não entender a razão de existirem tantas igrejas afirmando ter o “caminho da salvação” sendo que todas utilizam a mesma Bíblia. Em realidade podemos afirmar que,  “caminhos” existem muitos, mas Caminho existe apenas um e ele tem nome, Cristo. O melhor de tudo é saber que não importa o “caminho” em que estivermos, o Caminho nos alcançará, pois, com Seu amor incondicional, nunca desiste de nós. Foi assim com Adão e Eva, com Ló, com Balaão, com Sansão, com Davi, com Pedro, com Paulo e com tantos outros personagens da história bíblica.

Dia a dia, a todo momento Ele nos busca em nossos caminhos, luta conosco para nos abençoar e nos fazer desfrutar as delícias do Caminho. Agora mesmo está fazendo isto com você. Não O impeça de agir, permita que Seu amor regenerador o atinja e o Seu poder transformador mostre a todos que você está no Caminho, o único que realmente leva à Salvação.

23
fev

É outro nível!

Adriano Vargas

Parem de lutar! Saibam que eu sou Deus! Serei exaltado entre as nações, serei exaltado na terra”. (‭Salmos‬ ‭46‬:‭10‬ NVI)

Como vocês sabem o termo santo no texto bíblico é sinônimo de “separado“. A origem da palavra pode ser uma antiga expressão usada para o verbo “cortar”. Ser santo, dessa forma, é ser um corte em um nível acima do usual, é ser singular, raro… O que nos deixa temerosos não põe medo a ele. O que nos aflige não aflige a ele.

É verdade que minha experiência na Amazônia foi o que transformou minha concepção de “muita água”, de “rio largo”, de “chuva forte”. E por incrível que pareça fiquei cinco anos nesse lugar e não aprendi a nadar. Mas passei o tempo necessário para saber o valor de estar em terra firme…

Você não vê a outra margem. Não vê outros barcos no meio do Rio Amazonas. Você procura um objeto não alterado pelo vento ou pelas ondulações… É o que acontece? Você não encontra, tudo o que quer é terra firme.

No momento em que fixa seu olhar no Eterno, você mira “um corte acima” de qualquer tormenta oferecida pela vida… Lá há paz e segurança.

Você se lembra daquela canção “O barquinho”, uma das mais famosas da bossa nova? É linda, descreve um cenário maravilhoso, mas até mesmo para o barquinho que inspirou a música precisou em algum momento voltar à terra firme. Da mesma maneira, nosso porto seguro é o Cristo.

02
fev

#simplesassim

Adriano Vargas

Quem conheceu a mente do Senhor para que possa instruí-lo? Nós, porém, temos a mente de Cristo. 1 Coríntios 2:16 NVI

A distancia entre o nosso coração e do Cristo não parece ter fim. Como queremos ter o mesmo sentimento do Cristo?

Preparado para se surpreender? Seu coração pode sim ser o mesmo… Se você está em Cristo, você já possui o coração de Cristo. Uma das mais altas promessas jamais pensadas do Eterno é esta: se você entregou sua vida a Cristo, ele presenteou a si mesmo a você. Ele fez do meu e do seu coração a morada dele. Não haveria melhor definição que a de Paulo: “Cristo vive em mim” Galatas 2:20 NVI

Ele foi morar em seu coração, desembrulhou suas malas e está preparado para transformá-lo “com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor, que é o Espírito.” 2 Coríntios 3:18 NVI

Para que a argila se torne um bonito jarro, é preciso transformá-la. O mesmo acontece com o aço antes de virar um carro e com o tecido que ganhará a forma de uma bela roupa. Não é diferente com aquele que deseja se parecer com o Cristo. Deixe o Eterno transformar sua vida…#simplesassim

1 2 3