Tag Archive: confiança

21
abr

Faça-se a Tua Vontade

Gelson de Almeida Jr.

Anteontem escrevi nesse Blog sobre aqueles que fazem suas petições ao Pai sem saberem ao certo o que desejam. Ainda nessa linha quero falar sobre aqueles que sabem o que querem, mas querem as coisas do seu jeito.

Um monge, necessitando de óleo, plantou uma muda de oliveira. Pediu ao Pai chuvas brandas para que as tenras raízes da planta fossem regadas, a chuva veio. Depois orou pedindo sol, o sol brilhou em meio às escuras nuvens. A seguir pediu neve, pois a planta precisava se fortalecer, veio a neve, mas à noite a planta estava morta.

Desconsolado, foi ao quarto de outro monge e relatou sua triste experiência ao irmão de fé. O outro disse que também plantara uma pequena árvore, mas que ela estava muito viçosa e ele quis saber o segredo, “Orei ao Pai, mas, ao invés de ficar pedindo isto ou aquilo, disse-Lhe que confiava plenamente nEle e que queria que Ele cuidasse da planta do modo que achasse melhor”.

Muitos elevam sua prece ao Eterno, mas fazem como o primeiro monge, ao invés de pedir que o Pai faça a Sua vontade pedem o que acham ser o melhor. O Pr. Kleber Gonçalves tem uma frase que acho muito apropriada neste instante: “Cuidado com o que você pede a Deus, vai que Ele concede e você não vai gostar do resultado”. Muitas vezes o Eterno tenta cumprir Sua vontade em nossa vida, mas, insistimos tanto em que as coisas sejam feitas do nosso modo, que Ele nos atende o pedido, apenas para vermos, lá adiante, o erro que foi não deixar que agisse à Sua maneira.

É importante saber o que realmente queremos do Pai, mas, muito mais importante ainda, é deixarmos que a Sua vontade seja feita. Ore, peça, mas deixe-O agir livremente.

19
abr

O que você quer?

Gelson de Almeida Jr.

Com certeza você já esteve diante de alguém que veio lhe pedir algo e, após um tempo interminável, você não sabia qual era realmente o pedido da pessoa. Sentiu vontade, ou falou algo do tipo: “Mas o que você realmente quer? ” Situação muito parecida com a de muitos quando fazem suas orações. Falam, falam e falam e depois ficam a se perguntar a razão da demora do Pai em responder. Não foram específicos…

Certa feita, ao sair de Jericó, Cristo encontrou um cego mendigando à porta da cidade. Quando o homem ouviu que era Jesus que se aproximava começou a gritar a plenos pulmões para que o Mestre o ajudasse. Cristo parou e mandou que o chamassem, assim que o homem estava diante dEle fez apenas uma pergunta: “O que queres que te faça? ”, sem pestanejar o homem disse: “Mestre, eu quero ver”. Para uma pergunta simples, uma resposta simples, foi curado e passou a enxergar.

Tiago afirma que muitos não recebem nada porque não pedem a Deus e, quando pedem, pedem errado (4:2 e 3). Portanto, na próxima vez em que se dirigir ao Pai, antes de pedir qualquer coisa, imagine que Ele está lhe perguntando: O que queres que te faça? Seja direto, objetivo e peça sem medo. O apóstolo Paulo diz que devemos ser intrépidos e confiantes ao nos dirigir ao Pai (Hebreus 10:22). Vá direto ao ponto e confie, o Eterno dará muito mais do que você pode imaginar ou desejar.

03
fev

Que Proteção!!!

Gelson de Almeida Jr.

O povo de Israel estava animado, haviam saído do Egito, “terra do cativeiro” e se dirigiam para a “Terra da Promessa”. Para lhes guiar e proteger o Eterno ia adiante deles, a grande nuvem que de dia trazia sombra e diminuía os efeitos do imenso calor, à noite se transformava em coluna de fogo, que iluminava o caminho e os aquecia no intenso frio do deserto.

De repente o chão começa a trepidar, ouvem um barulho muito grande, olham para trás, era Faraó e o seu exército que se aproximavam. A confiança dá lugar ao medo e ao murmúrio, Moisés pergunta ao Altíssimo o que deveriam fazer e ouve a ordem de que deveriam seguir em frente. Como seguir em frente se estavam ladeados por montanhas, atrás de si vinham os egípcios e diante deles estava o Mar Vermelho? O relato bíblico diz que o Anjo do Senhor que ia adiante deles “desapareceu”, bem como a nuvem que os guiava (Êxodo 14:19). Em realidade não haviam desaparecido, apenas deixaram de ir à sua frente e se postaram atrás deles, deixaram de servir de guia, para lhes servir de proteção.

Assim como ocorreu com eles, o Eterno vai adiante de nós, nos guiando e conduzindo pelo melhor caminho. A “nuvem” que os protegia do calor do deserto nos protege do “calor” das provas do dia a dia, a “coluna de fogo” que aquecia as gélidas noites no deserto também nos aquecerá quando as trevas de nossa vida estiverem a ponto de nos destruir de hipotermia. Mas, se a nuvem e a coluna de fogo desaparecerem de seu campo de visão não pense que o Eterno lhe abandonou, provavelmente Ele apenas se deslocou para a sua retaguarda, se colocando entre você e o inimigo.

O Eterno nunca se afasta de um filho Seu, à frente, atrás, dos lados, não importa onde, mesmo em situação de invisibilidade, Ele está perto de você.

16
nov

Tem Alguém ao Seu Lado

Gelson de Almeida Jr.

Anos atrás ocorreu um terremoto em uma cidade da Romênia. Vários prédios foram destruídos, inclusive uma escola. Quando os tremores cessaram vários pais se dirigiram para a escola, que era apenas um monte de escombros. Os trabalhos duraram horas, cada pai chamava por seu filho, mas não havia resposta. Um a um os pais foram se dirigindo para casa, mas um pai não desistia, a cada pedra removida ele chamava por seu filho, até que uma enorme pedra foi retirada por um guindaste, novamente ele chama pelo filho e ouve uma voz infantil, muito conhecida responder:

– Pai, estou aqui.

O pai pergunta se ele está bem e ele diz que todos estão bem. O pai indaga se há mais alguém com ele e o garoto responde que todos os seus colegas estavam ali, mas com fome e sede. Horas mais tarde, quando a TV local entrevistou o garoto e perguntou se ficara com medo, ele deu uma resposta emocionante:

– Não, eu falei para meus amigos: “Não precisam ficar com medo, meu pai irá nos achar. Ele prometeu sempre estar ao meu lado e meu pai nunca quebra uma promessa”.

mulher-clamandoPouco antes de deixar nosso planeta e retornar aos Céus o Mestre prometeu: “Eu estarei sempre com vocês…” (Mateus 28:20 – BV) e Ele nunca quebrou uma promessa sua. Não importa o que lhe aconteça, como esteja a sua vida ou como esteja sendo tratado pelos que o cercam, você nunca estará sozinho, existe Alguém que nunca o abandonará, quanto pior for a situação, quanto mais negra for a “noite” de sua vida, quando as coisas parecerem não ter mais solução, quando parecer que todos o abandonaram, não desanime, confie, acredite, existe Alguém ao seu lado.

Esse vídeo https://www.youtube.com/watch?v=PP6upWZWfZE apresenta uma pálida ideia de como o Eterno está continuamente ao nosso lado. Ele prometeu: “De maneira nenhuma te deixarei, nunca jamais te abandonarei” (Hebreus 3:5b – NVI) e Ele cumprirá.

21
out

Isto sim é Confiança!

Gelson de Almeida Jr.

Conta-se que em certa ocasião o cavalo de Napoleão Bonaparte se assustou e ameaçou sair em desabalada carreira. Um jovem soldado percebeu a situação, lançou-se sobre o animal, tomou as rédeas e dominou o animal. Napoleão, demonstrando gratidão diz ao soldado:

– Obrigado Capitão.

Sem pestanejar o jovem pergunta:  – De qual regimento?

Impressionado com a confiança do soldado, o imperador diz:

– Da minha guarda pessoal

O jovem, monta em seu cavalo e se desloca para onde estava a Guarda Imperial, lá chegando diz:

– Sou seu novo Capitão.

Perguntam-lhe por ordem de quem, ele aponta para o imperador e diz: – Dele. Em seguida assume seu novo posto.

confiancaQuando li o relato acima imediatamente me veio à mente a situação de cada um de nós antes e depois da morte redentora de Cristo. Até a morte do ‘Cordeiro que tira o pecado do mundo’ a única coisa que cada ser humano possuía era “ esperança”, mas, após Ele dar Sua vida em resgate de todos os pecadores, a situação mudou, deixamos de ter esperança e passamos a ter “certeza”.

Confiança deve ser a palavra chave para cada cristão, pois deixamos de ser pecadores destinados à morte e passamos a ter direito à vida eterna (Romanos 6:23). Os antes temerosos, receosos e sem esperança agora são convidados a se aproximar, de modo confiante, do trono da graça.

O soldado confiou e agiu segundo a palavra do imperador, foi promovido a Capitão; confie e aja segundo a Palavra do Rei do Universo e você será promovido a irmão do Unigênito, a filho do Pai celeste, mais ainda, terá a chance de reinar ao Seu lado (Apocalipse 22:5b). Você confia nisso?

05
ago

Se meu pai segurar…

Gelson de Almeida Jr.

pai e filho de mãos dadasGosto do relato dos botânicos que ao explorar regiões montanhosas à procura de novas espécies de plantas, viram, através de binóculos, uma flor desconhecida, mas que estava em uma região quase impossível de se chegar. O acesso só seria possível se alguém, de pequeno porte, descesse amarrado numa corda.

Com o grupo estava um garoto, a quem foi pedido que realizasse a tarefa. O menino olhou para o abismo e voltou correndo para o acampamento, dizendo que voltaria em instantes. Minutos depois ele volta segurando na mão do pai e fala que só desceria se o pai segurasse a corda.

Assim como o garoto, devemos confiar apenas no Pai, devemos deixar o destino de nossa vida em Suas Mãos. Se fizermos isto nenhum mal nos sucederá, Ele mesmo afirma: “(…) estou segurando fortemente a sua mão direita e prometo: Não tenha medo porque eu vou ajudar você” (Isaías 41:13 BV).

Se a situação for difícil, se os problemas e lutas estiverem a ponto de lhe derrotar, se a dor for grande, apenas confie. Não existe luta que Ele não vença, não existe dor que Ele não possa minorar, não existe situação que Ele não possa resolver. Não importa onde estejamos ou a situação pela qual passemos, Ele está ao nosso lado, pois é o nosso Deus e fora dEle não há salvação (Isaías 43:2 e 11).

22
jun

Derrota para o Everest

Gelson de Almeida Jr.

1951, Edmund Percival Hillary fracassa por completo em sua tentativa de escalada do Everest, mesmo assim, os ingleses o convidam para ser fosse homenageado. Durante o evento ele discursa, fazendo um relato do que havia enfrentado pelo caminho, em certo ponto, larga o microfone, dirige-se para a enorme figura que retratava seu percurso na montanha, e diz em tom solene: – Monte Everest, você me venceu esta primeira vez. Mas eu irei vencê-lo no próximo ano, por uma razão bem simples: você já chegou ao máximo de sua altura, enquanto eu ainda estou crescendo!

hillary-edmund-norgay-tenzingEm 29 de maio de 1953, Hillary, e seu ajudante Tenzing Norgay, foram os primeiros homens a atingir o cume do Everest (8848m) e retornar para contar a história.

Ao longo de nossa vida nos deparamos com problemas que nos torturam, nos massacram e, até nos deixam prostrados por muito tempo. São coisas que quase nos fazem perder a esperança de uma solução favorável. Mas, assim como foi o Everest para Hillary, eles devem ser para nós, um desafio a ser vencido, um alvo a ser perseguido, um objetivo a ser alcançado.

Tivesse Hillary se desanimado e caísse prostrado, lamentando sua triste sorte, não teria chegado ao cume do Everest, mas, ao contrário disto, levantou a cabeça, se preparou e iniciou a jornada de subida novamente, para se deter apenas no cume da montanha.

Na vida cristã devemos fazer o mesmo, não ficar pensando nas quedas e nas derrotas, pelo contrário, elas devem servir como lição para a próxima tentativa, uma hora conseguiremos a vitória. Como filho do Pai celeste você tem duas certezas, a de que enfrentará aflições (João 16:33) e a de que Ele sempre estará ao seu lado onde quer que você vá. Não tema, não desanime, porque o Senhor Deus estará com você, onde quer que estiver (Josué 1:9).

06
maio

Faça-se a Tua Vontade

Gelson de Almeida Jr.

vontade-de-deus textoÉ interessante a ilustração da vendedora que diariamente ia de casa em casa oferecendo suas vasilhas de alumínio. Cada vez que chegava a um cruzamento ela parava, tirava um lenço da cabeça e o atirava ao vento. Seguia sempre a direção onde o vento lançava o lenço. Certo dia, porém, alguém, vendo-a repetir o gesto diversas vezes, perguntou à mulher porque fazia aquilo e ela respondeu: “Estou fazendo isso porque todas as vezes que atiro o lenço ele cai indicando que devo ir para a esquerda, acontece que quero ir para a direita. Vou jogar o lenço ao vento até que ele mude de direção e o lenço caia indicando que devo ir para a direita”.

Por mais absurda que pareça, a atitude da mulher é parecida com a de alguns ao pedirem ajuda ao Eterno, dizem: “Faça-se a Tua vontade”, mas querem que a vontade dEle seja a mesma que a sua. Assim como Balaão, que a cada negativa do Eterno para que acompanhasse os mensageiros de Balaque, perguntava novamente se deveria ir, insistem com o Eterno para que mostre Sua vontade, quando, em verdade, não tem a menor intenção de segui-la.

Pedem, pedem e pedem para que o Pai que cumpra Sua vontade na vida deles, mas, quanto mais Ele tenta fazer isso mais continuam a pedir, em realidade, não querem andar no caminho do Pai, querem que o Pai ande no caminho deles. Ao invés de se amoldarem aos desígnios do Eterno, querem que Ele se amolde à sua vida. Pior ainda, quando tudo dá errado culpam a Deus pelo fracasso.

De nada adianta pedir ajuda ao Eterno para que mostre Sua vontade se não desejamos verdadeiramente obedecer-Lhe. Confiar, crer, pedir, ouvir e acatar seja talvez a postura mais correta ao pedirmos ajuda ao Pai. Você não é obrigado a gostar da Sua vontade, mas, com certeza, se quiser ser bem sucedido em tudo o que fizer deverá sempre seguir o que Ele indicar.

13
abr

Isto sim é confiança

Gelson de Almeida Jr.

Vem de Tahuape, Nova Zelândia a história da jovem que, numa manhã fria, cinzenta e chuvosa se dirigia apressadamente para pegar o ônibus, se o perdesse chegaria atrasada no trabalho. Eis que um desconhecido dela se aproximou pedindo dinheiro para comer algo, num impulso de muita bondade ela parou, apontou para sua casa e disse:

– Moro naquela casa que se vê lá. No refrigerador está o que sobrou de um leitão assado com batatas. Aqui está a chave. Vá e coma. Quando sair, deixe a chave debaixo do tapete, no corredor da entrada”.

Durante o percurso de ônibus uma ideia a assolou: “Não havia mulher mais estúpida no mundo”, mas deixou esses pensamentos de lado com a convicção de que as pessoas reagem de forma nobre diante de atos de confiança.

Apreensiva chegou em casa, a chave estava debaixo do tapete. Quando abriu a porta viu uma cena que nunca imaginara, tudo estava em seu devido lugar, com uma diferença apenas, a casa estava mais limpa que nunca, até as vidraças haviam sido lavadas. No refrigerador encontrou um bilhete, escrito em letras grosseiras o seguinte: “Prezada senhorita. Talvez você não consiga compreender nunca o bem tão grande que me fez. Faz alguns dias que sai da penitenciária. Estou livre sob palavra. Francamente, foram para mim muito duros estes dias. Porém você me deu o estímulo que me faltava. Um milhão de graças”.

confiançaFazendo uma analogia, poderíamos trocar os dois personagens da história pelo Pai e nós. Presos pelo pecado, estávamos condenados à perdição eterna, sem a menor esperança de salvação. Em todo o Universo apenas Ele confiou em nós e nos deu uma nova oportunidade. O Filho morreu em nosso lugar e nos fez acreditar que ainda existe esperança para nós, trocou nossa perdição pela salvação.

Quando estávamos perdidos Ele saiu a nos buscar, quando estávamos feridos nos curou, quando estávamos desamparados nos tomou em Seus braços de amor, quando estávamos mortos nos reviveu. Se podemos andar de cabeça erguida, se podemos sonhar com a salvação é porque Ele confia em nós e através da morte do Filho deu-nos a chave de Sua casa. Qual é a sua reposta a tão nobre gesto?

07
abr

Pra quem passa por tempestades

Marco Aurélio Brasil

“E abriu-lhe Deus os olhos, e ela viu um poço; e foi encher de água o odre e deu de beber ao menino” (Gênesis 21:19.).

Hagar estava no deserto com seu filhinho, completamente desesperançada. Deixou o menino ao lado de um arbusto e andou alguns passos para não ver o filho morrendo. Foi aí que levantou os olhos e viu o poço e não morreu.

A solução do problema que para ela parecia insolúvel estava lá o tempo todo. Deus não precisou cavar um poço, Ele já o tinha cavado muito tempo antes. Quando Ele agiu, foi no olho dela, era ali que estava o problema de fato. E agindo ali, houve salvação.

Infelizmente há muita gente que sangra as mãos cavando poços no deserto ao invés de deixar que Deus lhes abra os olhos para ver as fontes jorrando ao seu alcance. Dói e é ridíciulo cavar poços a alguns metros de poços abertos. A dificuldade para Ele, que tudo pode, não é cavar poços para nós. Isso Ele já fez muito antes de
sentirmos sede. A dificuldade é confiarmos nossos olhos a Ele, deixando que sejam abertos. Isso parece fácil demais, atenta contra nossa inteligência. Queremos coisas complexas, soluções custosas.trust

Jesus disse, através de uma pequena parábola, que uma coisa seria certa na nossa vida: passaríamos por desertos. No caso da parábola, passaríamos por tempestades. Conforme a bonita ilustração que Ele deu, o certo não seria não cavar, mas justamente o oposto, cavar, mas cavar sobre o solo correto, que é a rocha. Se sangrarmos as mãos cavando fundo na rocha, a tempestade vai vir cruel igual, mas a casa continua de pé!

A rocha é Ele, Jesus. Cavar nEle é passar tempo ao Seu lado, não se conformar com um relacionamento superficial, não se conformar jamais com o grau de intimidade desenvolvido até ali com Ele. Aí vem a
tempestade e você não precisa correr tentando segurar paredes prestes a cair. Não precisa correr tentando fazer muros de arrimo, tentando bombear água que entra sem parar. Na hora da tempestade, na hora do deserto, você descansa. A salvação está conseguida, já. Porque passou tempo com Ele, aprendeu que Ele é plenamente confiável.

Se você não vive dias de tempestade, cave na rocha hoje. Para que no tempo do deserto tua primeira reação seja levantar os olhos na certeza de encontrar poços abundantes para saciar-lhe a sede. Se você vive dias de deserto, cave na rocha, levante os olhos, e viva!

1 2 6