Respire fundo

Respire fundo

Por |

“Muita oração”, dizia o pastor Jonas Pinho, “muito poder. Pouca oração, pouco poder. Nenhuma oração, nenhum poder”.

aaaÉ uma afirmação verdadeira, sem dúvida alguma, mas esconde aquela visão utilitária da fé sobre a qual escrevi aqui há algumas semanas. Você ora para acessar o poder. A oração é a ferramenta, o mero meio de transporte para chegar a ter poder. Ou para chegar até ter paz de espírito. Ou para chegar até ter aquilo que estamos pedindo: saúde, emprego, solução para um relacionamento conflituoso, mais dinheiro, amor, etc.
Mas para Oswald Chambers, “a oração não nos prepara para as obras maiores; a oração é a maior obra“.
Na oração do Pai Nosso, Jesus disse para orarmos pelo pão de cada dia, por perdão, pelo livramento do mal, mas começou tudo nos ensinando a se aproximar de Deus chamando-O Pai. A gente talvez tenha entendido errado as coisas. A gente não pede pão para um pai sob pena de, não o fazendo, passar fome. Ainda mais quando o Pai em questão é onisciente e tem pelo filho um amor que já se provou (na cruz) do nível mais sublime e abnegado que pode existir. Logo, eu não preciso pedir para ganhar. Ele não vai deixar faltar nada essencial, como um bom pastor.
Então por que sou encorajado a pedir? Bem, eu preciso pedir porque nesse ato estou em contato com Ele. E estando em contato com Ele, estou salvo. Estou crescendo. Estou adquirindo Sua mente e Seu olhar.
Essa também é a razão pela qual Ele não responde a oração na primeira vez em que a fazemos. Além disso nos dar a absurda ideia de que somos merecedores, seríamos desencorajados a continuar na presença dEle. Já teríamos alcançado o que pretendíamos. Por isso Ele diz:: perseverem, batam até abrir, insistam.
Se obedecemos essa ordem, veremos que nossa oração começa a mudar. Começamos a interceder mais do que a pedir por nós mesmos. Começamos a orar para que Ele mande mais servos para a obra, uma oração profundamente desinteressada, descentrada no eu. Uma oração espiritualmente madura, de quem começa a pensar mais parecido com Ele.
Ellen White disse que a oração é a respiração da alma. Se você não respira, não vive. Portanto, espiritualmente é fácil detectar se você está vivo, vegetando ou morto. Oro, logo existo.