Por |

Quando pequeno meu pai me contou uma história sobre fé que recordei dias atrás. Num vilarejo assolado pela seca que castigava a região, a população, que vivia à base da agricultura, estava perdendo a esperança de aproveitar qualquer coisa daquilo que plantara.

Certo dia resolveram se reunir no final da tarde em uma capela que ficava no alto de um monte. Quando todos estavam reunidos na praça, prontos para iniciar a subida, uma garotinha deu um grito e pediu que todos esperassem, ela tinha esquecido algo em casa. Corre em casa e volta com um guarda-chuva debaixo do braço. Alguns sorriram e perguntaram qual a razão de voltar para pegar um guarda-chuva já que a estiagem era tão grande. Com a inocência própria de uma criança ela respondeu:

– Se vamos orar para que chova, eu não quero me molhar!

homem orandoBasicamente pode-se afirmar que existem três tipos de atitudes ao se orar:

  • Os que oram duvidando de resposta favorável. Sua frase típica quando a resposta não vem de imediato é: “Eu sabia que não iria conseguir! ”
  • Os que oram com fé, mas possuem uma fé tão pequena que é praticamente imperceptível. Sua frase favorita: “Cansei de esperar, Deus nunca me responde mesmo! ”
  • Os que verdadeiramente oram com fé. Sua frase típica: “Senhor, não sei qual a Tua vontade, mas confio que farás o melhor! ”

Tiago afirma que se orarmos ao Pai com uma mente duvidosa não devemos esperar dEle nenhuma resposta concreta (Tiago 1: 6-8 BV). Paulo diz que não se pode agradar a Deus sem fé, sem confiar nEle e que qualquer um queira ir até Ele deve crer que Ele existe e que recompensará os que sinceramente O procuram (Hebreus 11:6 BV).

Como você tem orado ao Pai? Sua oração e sua atitude ao orar mostram o tipo de fé que você possui.