Monthly Archive: dezembro 2014

31
dez

Feliz Ano Novo!

Lara Rejane

10675520_10153020124411096_988747949242249031_n

O que adianta desejar um feliz ano novo se realmente não houver nada de novo?

Depende de cada um de nós e da nossa comunhão com o Eterno, para que a manhã do dia 01/01 não seja igual à do dia 31/12. Então, neste final de ano, vamos fugir do usual.

Não queremos te desejar feliz ano novo; mas sim FELIZ VOCÊ NOVO! Entre as festas de final de ano, que tal fazer planos maiores do que aquela simples dieta ou a matrícula na academia?

Por que não planejar a preparação para sua salvação ou se comprometer a orar mais?

Esperamos você NOVO num ano NOVO que nada promete, porque CERTEZA DE SALVAÇÃO e PAZ só são alcançadas quando estamos aos pés do Salvador. E este caminho é feito muitas vezes com suor, lágrimas, dificuldades e muita, MUITA FÉ!!!

Que sua fé junte-se à nossa, e que a nossa fé junte-se a outra, de tal forma que realmente estejamos conectados ao Senhor Jesus aguardando Sua breve e iminente volta.

Que Ele nos faça melhores em família e amizade, melhores em oração e comunhão, melhores em benignidade e bondade, melhores em mansidão e amizade, e principalmente melhores em amar ao próximo.

Finalizamos 2014 com a certeza de que estamos distantes um ano a menos da volta de Jesus. E iniciamos 2015 desejando que seu coração esteja durante 365 dias nas mãos do Salvador!

Feliz você novo!

31
dez

Feliz Ano Novo

Gelson de Almeida Jr.

Nas duas últimas quartas feiras apresentei receitas para que o Ano Novo fosse bom. Hoje, finalizo esta série, apresentando o segredo, encontrado no livro de João, de como conseguir itens básicos e essenciais para que 2015 seja o melhor ano que você já teve.

Como ter um ano bom se a crise ética e moral que assola todos os setores da sociedade parece não ter fim? O errado, o torto, o profano e o corrupto parece que deixaram de ser valores desprezíveis e se tornaram desejáveis e altamente valorizados. Você que se incomoda com tudo isto não tem outra opção senão Cristo, o Caminho a Verdade e a Vida (João 14:6). Você está sedento de coisas melhores Cristo ainda é a solução, pois Ele é o pão da vida que desceu dos céus (João 6:51) e só Ele tem a pura água (João 4:14) que sacia todos os sedentos de justiça e salvação. Mas se você ainda quiser um poderoso antioxidante, que previna o câncer do pecado e de todas as suas consequências, que aja poderosamente em seu sistema imunológico, tente Cristo, a videira verdadeira (João 15:1). Se no ano que se encerra portas se fecharam para você, escolha Cristo, a porta de entrada para uma nova vida(João 10:9).

Cristo, a Luz do mundo, nunca deixará você em trevas (João 8:12), Ele o guiará pelos melhores caminhos, pois é o Bom Pastor, aquele que conhece cada uma de Suas ovelhas pelo nome e por elas dá a Sua vida (João 10:11 e 14). Ele é a solução para tudo. Só Ele tornará seu ano diferente, maravilhoso e fantástico. Vá a Ele sem medo, pois não importa quem você seja ou o que tenha feito, nunca será rejeitado (João 6:37).

Feliz Ano Novo!

29
dez

Nossa essência…

Adriano Vargas

Eu lhes dei exemplo, para que vocês façam como lhes fiz. João 13:15

Fim 2014 está acabando, mas anote isto. Nós somos aquilo que podemos ver. Se enxergamos somente a nós mesmo, nossos túmulos terão uma placa com a lesma frase usada por Paulo para descrever aos opositores do Cristo: “O destino deles eh a perdição, o seu deus eh o estômago e eles têm orgulho do que eh vergonhoso; só pensam nas coisas terrenas. Filipenses 3:19

Nós não fomos criados para vivermos entediados nas planícies esfumaçadas, distantes de podermos contemplar nosso Criador. Olhar para o Cristo é fundamental importância ao cristianismo. Os ministérios cristãos, em sua forma mais simples, não são nada além do que imitar a Cristo, a quem enxergamos. Contemplar sua suprema grandeza e segui-lo: essa é a essência do cristianismo.

Não importa quantos idiomas que você fale, a cidade onde vive, a escola que freqüentou, a família em que cresceu – o alvo de sua vida deve ser o de refletir o amor de Cristo aonde que que vá. Ser um cristão é, antes de um título, ser um imitador de Cristo. Seja esse seu alvo no próximo ano…Feliz 2015!!!

27
dez

# Retrospectiva

culto_nova_semente_Chegamos ao último sábado do ano de 2014 e a retrospectiva que nos importa são os 51 sábados anteriores e todos os dias que entre eles se encontraram.

Isso para refletirmos sobre o que fizemos com o amor que nos foi ensinado. O que reflete o amor que vivemos quando o espelhamos nas escrituras? Quanto de nosso tempo foi despendido por amor ao estudo da palavra, à adoração, à oração e ao jejum? Em nome do amor, perdoamos? Pedimos perdão? Amamos, de fato, ou julgamos amar?

O que fizemos do amor que nos foi ensinado importa o admitirmos apenas diante do Eterno, não diante dos homens, a não ser que tenhamos algum pedido de perdão a ser dirigido a nosso semelhante. Somente o amor verdadeiro seja o julgador de nossa consciência.

Há uma razão sublime que justifique pensarmos essas questões. É importante compreendermos que hoje conhecemos em parte, mas quando vier o que é perfeito, o que for parcial acabará.

As escrituras apresentam profecias, línguas e conhecimento entre outros dons. Por eles compreendemos e vivemos os atos que nos levam de volta ao Eterno, no entanto, esses dons são todos parciais. Quando o Messias retornar, nada disso será mais necessário. O que restará será a fé, a esperança e o amor, sendo este o maior.

Mas, o que isso quer dizer? Dessas três qualidades espirituais internas, apenas o amor produz resultados externos, afinal, a fé se opera por meio do amor; quando amamos aos outros, cumprimos a lei; e, por fim, somente podemos dizer que conhecemos ao Messias quando fazemos o que ele nos pede, pois é assim que o amor genuíno por Deus se manifesta.

É possível que não tenhamos cumprido algumas das questões enunciadas anteriormente, todavia, é porque agora vemos as consequências como que por um espelho turvo, mas haverá o dia em que estaremos face a face, como diante de um espelho polido, e conheceremos plenamente, tal qual o Eterno nos conhece.

Que o Senhor, bendito seja o Seu nome, nos cubra com Seu amor.

Um Peregrino da Palavra.

26
dez

Um dia de vida todos os dias

admin

Tonasso 2“O que você faria se hoje fosse seu último dia de vida” é a pergunta que muitos de nós já ouvimos alguma vez. É uma pergunta interessante, pois ela tem o poder de organizar em nossa mente os pensamentos em ordem de prioridade. Apesar de ser um questionamento popular, a Bíblia traz a uma dinâmica parecida e ainda apresenta qual deve ser a nossa atitude diante dela.

Para Deus, a palavra morte pode assumir uma conotação não tão pesada como é para nós hoje. Na verdade, o fim de uma vida pode significar o começo de outra. Não estamos falando de uma vida no céu ou de uma reencarnação onde, segundo a crença de muitos, só é alcançada ao completar nossa expectativa de vida, que está por volta dos 70 anos. Estamos falando de uma nova vida que pode ser iniciada hoje e de um passado que pode ser enterrado agora.

As misericórdias de Deus se renovam a cada manhã (Lamentações 3:22 e 23). Porque elas se renovam toda manhã? Porque cometemos erros todos os dias. A Bíblia chama esses erros de pecados. Pecado pode ser ofender alguém, deixar de fazer alguma coisa que deveria ter sido feita, mentir etc. Quem nunca peca todos os dias? Se não fosse por essa renovação diária, seríamos consumidos (idem).

Este é um dos motivos pelo qual temos, todos os dias, apenas um dia de vida. O salário do pecado é a morte (Romanos 6:23), perdemos a nossa vida a cada momento. Mas, a cada manhã, pela misericórdia de Deus, “ressuscitamos” para começar uma vida nova, uma nova chance, aproveitar novas oportunidades. Todos os dias, antes de dormir, devemos morrer com Cristo para amanhecer com Ele. Como morremos com Cristo? Pedindo perdão e perdoando as pessoas antes do fim do dia (Mateus 5:24) e pedindo perdão e sendo perdoado por Deus. Como ressuscitamos com Cristo? Tomando a nossa cruz a cada manhã e seguindo-O (Lucas 9:23).

Não espere 5 dias (ano novo) para começar a mudar. Mude agora. Erre agora. Se esforce agora e, antes de dormir, se arrependa e comece de novo se for preciso. Não temos anos, Deus nos dá apenas um dia de vida todos os dias.

basta a cada dia o seu próprio mal” (Mateus 6:34).
O pão nosso de cada dia nos dá hoje” (Mateus 6:11).

Leia Romanos 6.

25
dez

A canção do pasmo

Marco Aurélio Brasil

No filme Esqueceram de mim o garotinho é deixado para trás na viagem de fim de ano. Além de se divertir muito com a casa inteira para ele, consegue, sozinho, colocar para correr dois ladrões de casas. Para mim, o mais inverossímil do filme não é a engenhosidade do garoto, não é nenhuma das complexas armadilhas que ele arma para os ladrões. É a cena final, quando sua mãe enfim o encontra e pergunta o que havia acontecido naqueles dias sozinho e ele sorri e diz: nada.

Quando uma coisa incrível acontece nós gritamos. Quando alcançamos algo espantoso nós não conseguimos simplesmente não contar para ninguém.

Bem, um dia alguns anjos se encontraram nessa situação. Aquele a Quem adoravam todos os dias em Sua glória e majestade havia Se reduzido até o ponto de Se fazer um feto, então um bebê e esse bebê, a própria definição da palavra da fragilidade, havia acabado de nascer.

Eles vão até uns pastores e contam o que aconteceu porque não podiam mesmo ficar calados. Não podiam simplesmente agir como se aquela fosse uma noite ordinária.

E eles cantam.awe

O incrível da situação é tal que música brota de seus lábios e aqueles humildes pastores assistiram ao show musical mais fantástico de todos os tempos, simplesmente porque aqueles anjos estavam pasmos pelo que havia acabado de acontecer.

Se música nunca brotou assim dos seus lábios, se você nunca se viu a tal ponto maravilhado que qualquer palavra não fazia sentido algum e então apenas música, louvor, encaixava no momento… bem, talvez Jesus Cristo não tenha ainda nascido nessa manjedoura que você carrega no peito.

Pare um pouco hoje.

É natal.

Pense no absurdo que é o Criador de todas as coisas sentir frio e fome e depender de dois seres humanos assustados para sobreviver.

Que este natal arranque de seus lábios a canção do pasmo.

Caso contrário, sua história termina de modo absolutamente inverossímil.

24
dez

ivan.domingues

O Natal se aproxima. Bilhões de pessoas em todo o mundo—de uma forma ou outra— serão atraídos pela atmosfera e preparativos que cercam esta data. Alguns terão sua atenção tomada pela “liberdade” que o período de férias aparentemente traz. Outros focarão sua mente nos preparativos para a ceia natalina com a família. E muitos passarão horas e horas na busca incessante pelo presente perfeito para a ocasião. Como resultado, a grande maioria perde de vista o real valor e significado do Natal. Esta realidade deveria nos levar a pensar aonde realmente focamos nossa energia, tempo e recursos durante este período de festas. Afinal, o que você tanto busca neste Natal?

24
dez

Receita para um Ano Novo – Parte II

Gelson de Almeida Jr.

Semana passada falei de deixar todo o tipo de ressentimento e mágoa para trás. Hoje quero dar outra dica para a sua receita para um Ano Novo feliz. Em Filipenses 3:13 Paulo afirma que deixava o passado para trás, mas que fixava seu olhar no que estava à sua frente, rumo ao alvo que tinha proposto em sua vida. Continuando sua explanação Paulo mostra qual era o objetivo pelo qual procurava viver, pelo qual lutava diariamente, a vida eterna na cidade que está nos Céus.

Diariamente buscava a perfeição em Cristo Jesus o seu Salvador, o Único que ele entendia valer a pena seguir ou copiar o exemplo. Nada, nem ninguém, por melhor que fosse, atraía o seu interesse, tudo que o mundo pudesse oferecer de bom ele considerava como escória (v. 8), pois jamais faria com que atingisse seu objetivo.

Aqui no Brasil, ao final de cada ano, existe a “Mega da virada”. Dias atrás vi uma reportagem onde os entrevistados deviam dizer o que fariam se ganhassem esse prêmio. Foi interessante ver que carro, casa e viagem foram itens comuns a todas as respostas. Se você escolher o Eterno como o Senhor de sua vida não precisará desse prêmio para ter isto e muito mais. Afinal Ele prometeu que daria uma mansão para cada um de seus filhos (João 14:2), prometeu que na Nova Terra não haverá mais nenhum tipo de dor ou sofrimento (Apocalipse 21:4), prometeu que viajaremos pelos ares como os anjos (2 Tessalonicenses 4:17) e, o mais fantástico de tudo, seremos imortais (1 Coríntios 15:52 a 55).

Não existe verdadeiro Ano Novo sem felicidade. Não existe felicidade no Ano Novo sem esperança. Não existe esperança no Ano Novo se Cristo não estiver em primeiro lugar em sua vida. Escolha certo e tenha um Ano Novo de verdade e feliz.

23
dez

Jesus Cristo, ato IV: fim

Marco Aurélio Brasil

Você já leu uma biografia em que 1/3 de suas páginas é dedicada à morte do biografado? Bem, Philip Yancey observa que é exatamente o que os evangelhos fazem com Jesus.
No primeiro ato desta composição de Jesus Cristo comentei que os evangelhos falam relativamente pouco do nascimento de Jesus, mas o quadro é radicalmente diferente em relação à Sua morte, embora hoje celebremos muito mais o nascimento.
CALVÁRIO
Na morte de Jesus o absurdo do Deus que se torna vulnerável atinge consequências absolutamente incompreensíveis para a razão humana: Ele não só Se torna vulnerável, mas como voluntariamente Se entrega à tortura, ao ridículo e ao próprio assassinato!
Nenhum homem poderia ter inventado essa história. É tão ilógico e absurdo que só pode ser verdade!
Entretanto, Seu sofrimento físico talvez haja sido a menor porção de Seu suplício. Ali, no monte das Oliveiras, os pecados de uma raça inteira foram subitamente descarregados sobre Seus ombros, a ponto de Ele afirmar “minha alma está triste até a morte”(Mateus 26:38)! Pela primeira vez o pecado fazia com quem não conhecia pecado sua mais amarga obra: separava Cristo de Deus.O efeito disso em Quem nunca havia experimentado o que é essa sensação de vazio que nós, pecadores contumazes, carregamos todos os dias, provocou um estresse tal que rompeu os vasos sanguíneos da fronte de Jesus e o fez suar sangue.
E então, absurda e incrivelmente voluntariamente entregue a esse tipo de sensações, Jesus é preso em plena madrugada, submetido a um julgamento carregado de irregularidades jurídicas e condenado à morte injustamente. Caminhando para o lugar onde ele seria morto, e até lá, pendurado na cruz, Jesus mostra onde Sua atenção está. No peso da cruz? Nos pregos que perfuram Sua carne? Aparentemente esses pormenores não tomam tanto Sua atenção. Em meio ao espancamento e à enxurrada de acusações falsas do julgamento, Ele olha para Pedro no momento de sua negação; pendurado na cruz, se preocupa em pedir a João para cuidar de Sua mãe e em confortar o ladrão que morre ao lado dele. Jesus viveu e morreu como uma antítese poderosa do egoísmo e focou no bem estar dos outros até o fim.
Em Isaías 53, vemos uma profecia a respeito deste momento crucial da História humana. São previstos Seus sofrimentos com tintas vivas. No versículo 11, lemos: “Ele verá o resultado do trabalho da sua alma e ficará satisfeito …” Imagino Jesus dobrado sob o peso da cruz, caindo no chão e sentindo cada fibra do seu corpo pedindo-Lhe para não se levantar, ficar ali deitado, quando ele é assaltado por recordações da minha face. Ele me vê e, em seguida, encontra forças para continuar. E, mesmo debaixo de toda a tortura, a cada dor física e espiritual, Ele me vê e ele vê você, não como estamos hoje, mas vitoriosos como podemos ser pelo Seu nome … Ele nos vê e sorri. É um sorriso quase imperceptível para aqueles que estão lá em torno dEle, mas um sorriso de alguém feliz com o trabalho da sua alma.
Há alguns anos, as televisões mostraram a luta de um menino que queria voltar com sua namorada. Ele alugou um helicóptero e virou sobre a casa de sua amada uma enxurrada de pétalas de rosa, enquanto um caminhão de som com a banda estava tocando sua música. Ela saiu e ele estava lá de joelhos, pedindo mais uma chance. Que é claro que ela deu. As grandes declarações de amor nunca nos deixam indiferentes.
Na cruz, Jesus fez a mais bela declaração de amor que o universo já viu. Nós podemos ficar indiferentes a ela ou nós podemos cumprir a visão que teve a nosso respeito lá na cruz. Nós podemos virar as costas para o maior amor que um dia vamos conhecr ou ser a causa do sorriso de Jesus.
O que você vai escolher?

1 2 4