Monthly Archive: maio 2014

31
maio

Cristo e a lei

Muitas vezes sentimos que a lei em nosso país não adianta de muita coisa, pois sempre há justificativas e aceitações que impedem o seu cumprimento, em especial pela parte de quem possa pagar bons defensores. Piora o sentimento quando vemos cidadãos em países desenvolvidos agindo em tão grande sintonia com a lei, que quase se poderia dizer não precisarem dela, pois o tempo e a consciência mudou o comportamento da maioria dessas pessoas.

Foi assim com a lei de Moisés, mas não sendo um fim em si mesma, como é o caso das leis humanas. Ela veio para que as transgressões fossem reveladas à luz, levando os homens a meditarem a partir de seus mandamentos, modificando suas consciências e lapidando seus comportamentos, pois também através dela se anunciava a vinda do Messias e, deveriam estar prontos para sua chegada.

A lei veio para que se cumprissem as profecias a seu respeito, entre elas, uma das mais significativas, para não dizer o foco principal de sua vinda, foi predita pelo profeta Isaías quando anunciou que ele viria a este mundo para, em lugar do cordeiro da lei, ser ele o cordeiro a ser ferido definitivamente por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades.

Porque o castigo que nos traz a paz esteve sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados, devemos reconhecer em sua vida, morte e ressurreição, as razões finais da lei, pois, sobretudo por meio de tal reconhecimento é que, também com a vida transformada, alcançaremos a misericórdia para vivermos a nova vida.

Que a paz esteja com todos.

Sadi – Um Peregrino da Palavra

30
maio

Dignidade humana, um legado divino

admin

Um texto de Fábio Konder Comparato sobre os Direitos Humanos me chamou a atenção. O que ele escreveu vem de encontro com o que a Bíblia fala sobre o fato do mal ainda existir. Quando se estuda as Escritas Sagradas aprende-se que Deus permite o mal para que todos saibam que este não “presta”, não funciona, não é o melhor para o ser humano e, entende-se também, que o bem é bom, que o amor é a melhor escolha que podemos fazer.

Segue o texto de Konder:

“…a compreensão da dignidade suprema da pessoa humana e de seus direitos, no curso da história, tem sido, em grande parte, o fruto da dor física e do sofrimento moral. A cada grande surto de violência, os homens recuam, horrorizados, à vista da ignomínia que afinal se abre claramente diante de seus olhos; e o remorso pelas torturas, as mutilações em massa, os massacres coletivos e as explorações aviltantes faz nascer nas consciências, agora purificadas, a exigência de novas regras de uma vida mais digna para todos.” (A Afirmação Histórica dos Direitos Humanos, III Ed. Saraiva, p. 37)

Vejo aqui que este plano de Deus, de provar que o mal não presta, tem tido êxito na consciência humana. Mas esta consciência está longe de se tornar uma prática. Tratados internacionais que visam manter direitos inalienáveis ao homem como direito à vida, à liberdade, à segurança pessoal, à liberdade de pensamento, de opinião, de fé religiosa, de participação política e de cidadania são violados diariamente por Estados e indivíduos em TODOS os cantos da Terra.

Está você cansado das coisas que acontecem neste mundo? Não aguenta mais injustiças, mortes, barbáries e outras mais que ferem a dignidade humana? Saiba que existe um Reino que será definitivamente estabelecido nesta Terra. Um Reino de paz, de felicidade, de amor, de coisas que não temos mais dúvidas que são o melhor para nós. Não estou falando de um reino deste mundo e sim de um Divino cujo Rei é o próprio Cristo. Aceite ser cidadão deste Reino agora e, quando Ele vier, será mais que feliz, pois “sua fome de sede e justiça será saciada” [Mateus 5:6].

29
maio

A paz de nossos filhos

Marco Aurélio Brasil

Em Isaías 54:13 lemos uma linda profecia para o povo de Israel: e todos os teus filhos serão ensinados do Senhor; e a paz de teus filhos será abundante. Infelizmente, contudo, tratava-se de uma profecia condicional: ela só se faria realidade se aquele povo abandonasse seus ídolos pagãos e praticasse a justiça.

Se a paz dos meninos de Israel não é abundante hoje, a dos nossos meninos pode ser. Precisamos jogar fora os ídolos que colocamos nos pedestais de nossas vidas, praticar a justiça e torná-los pessoas ensinadas do Senhor. Mesmos sabendo que o Senhor muitas vezes ensina através de lágrimas e de dificuldades. A paz que vem por esse caminho é abundante, é plena, é duradoura (porque eterna).

28
maio

Liga dos Campeões 2014 – 1ª Parte

Gelson de Almeida Jr.

No último sábado (24/05) aconteceu a final da Liga dos Campeões, um dos mais badalados torneios de futebol do mundo. Pelo futebol que vinha apresentando, para muitos analistas, o Atlético de Madri era favorito ao título. E assim foi até os 90 minutos de jogo, mas, nos acréscimos, faltando dois minutos para o término da partida, quando a alegria era visível entre os jogadores do Atlético de Madri e sua torcida já comemorava, o Real Madri empatou e levou o jogo para a prorrogação, onde venceu e ficou com o título.

Falando sobre o seu retorno ao nosso planeta, Cristo disse que seriam salvos os que perseverassem até o fim (Mateus 24:13). Em outras palavras, fazer tudo certo na maior parte do tempo não é suficiente se quisermos a vitória, é fundamental cuidado e empenho o tempo todo. A mulher de Ló, achando estar fora de perigo, deu uma última olhada para as cidades de onde saíra e morreu instantaneamente. Uma “simples” olhadela e colocou tudo a perder. Fez exatamente o que o Eterno proibira e se deu mal.

Você quer tornar a salvação, graciosamente oferecida pelo Pai a todos os Seus filhos, uma realidade em sua vida, pois então não se descuide um minuto sequer. Em matéria de salvação não existe meio termo, não existe “jeitinho”, ou fazemos o nosso melhor até o fim ou a eternidade não passará de um sonho. Não comemore a vitória antes da hora, não permita que o excesso de confiança traga a derrota. Cuide, vigie, lute e trabalhe até o último minuto e os louros da vitória e a coroa da vida serão seus.

27
maio

Ele tudo fará (menos aquilo que você não fez…)

Marco Aurélio Brasil

O pastor Danny Bloye conta em It’s personal que foi visitar um pastor mais velho com uma pergunta que latejava em sua cabeça: como cumprir com as obrigações de um pastor dedicado ao seu ministério e não perder sua própria família? Eram tantas reuniões, tantas visitas a fazer, tantos atendimentos a qualquer hora do dia ou da noite que sentia sua relação com a esposa cada vez mais distante e formal, e que era pouco mais que um estranho para seu filho. A resposta do seu conselheiro foi: Deus nunca prometeu suprir prioridades negligenciadas.

 O cristão corre o risco de entender errado o Salmo 37:5, com sua poderosa mensagem de confiança em Deus: Entrega teu caminho ao Senhor, confia nEle e Ele tudo fará, ou o mais Ele fará. E aí ele pode juntar essa afirmação com estas palavras de Jesus: quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim e pronto: está aberto o caminho para alguém lamentando no leito de morte as prioridades que elegeu na vida.
 
Se o Salmo 37:5 não significa que Deus vai fazer de conta que você deu primazia para o que é vital e num passe de mágica eliminar as consequências de sua negligência, o que ele quer dizer? Bem, ele quer dizer que você pode descansar porque a parte de Deus será feita. Não a sua. Ele quer dizer que, se o reino de Deus é a prioridade número 1 da vida, você precisa colocá-la no centro de cada dia seu, mas isso não significa que as prioridades números 2 e 3 vão cuidar de si próprias.
A pergunta seguinte é: minha esposa e meus filhos são prioridade sobre as reuniões, as visitas e as outras coisas boas? A orientação da Bíblia é para os maridos amarem suas esposas e para os pais educarem seus filhos no caminho em que devem andar. Amar e educar no caminho (não “o caminho”, mas no caminho) pressupõe tempo, empenho e sacrifício de outras coisas. E embora Deus haja chamado alguns para deixarem tudo, inclusive a família, esta é claramente a exceção à regra. O filet mignon do seu tempo deve ser votado ao que é seu ministério mais importante, sua família, e apenas havendo cada membro dela tido suas necessidades emocionais e espirituais supridas é que você deve se preocupar com outros.
E, no entanto, há tantos que estão negligenciando as prioridades números 2 (cônjuge) e 3 (filhos) por coisas ainda menos nobres que o trabalho de Deus. Dinheiro e sobrevivência, por exemplo. Exatamente as coisas que Deus diz: não andeis ansios
os quanto a isso, eu sou o seu pastor, vou suprir essas coisas…
Repense sua escala de valores. Não há nada mais triste do que o arrependimento pelo que se negligenciou a vida inteira
.

26
maio

Minha casa, minha vida

Adriano Vargas

E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século. Mateus 28:20

Se você esperava que eu falasse de um tal projeto social de habitação de um certo governo de um tal país, não …não, estou falando é do rei e salmista Davi, sim ele mesmo, considerado pelos estudiosos da Bíblia como o homem segundo o coração de Deus [na realidade é o próprio Deus que o define assim em 1 Samuel 13:14].

Esse homem chega a dizer num de seus salmos “Uma coisa peço ao Senhor, e a buscarei: que eu possa morar na Casa do Senhor todos os dias da minha vida.” Salmo 27:4

A pergunta que salta na minha mente é : qual era “a Casa do Senhor” que ele desejava profundamente morar? O salmista estaria se referindo a uma construção? Ele procurava por uma inexistente edificação com paredes, janelas e portas pelas quais pudesse entrar? Bem , penso que não…

O nosso Deus, “não habita em santuários feitos por mãos humanas” Atos 17:24. No momento em que o salmista escreveu: “Habitarei na Casa do Senhor para todo o sempre” Salmo 23:6, ele não se referia a um refúgio, um local onde pudesse se afastar das outras pessoas. Davi afirmava que seu maior anelo era viver constantemente na presença do Eterno, seja em qual lugar fosse.

O lugar mais seguro de um bairro, uma cidade ou mesmo um país não é a casa do presidente, um quartel ou cofre do banco. Não há maior segurança do que estar na presença do Eterno, o busque onde você esta…

Visão do telhado da minha casa na roça Engenheiro Coelho – SP

1 2 5