Monthly Archive: junho 2012

30
jun

Campanha do Agasalho na Comunidade da Fábrica

Comunicação

Vejam que interessante depoimento nos enviou nossa correspondente especial Luciana Tavares, a Lu, direto da comunidade da Fábrica, em Carapicuíba. Lu nos conta como foi a entrega de agasalhos e cobertores aos carentes da comunidade no último dia 24/ junho.

—–

Um pouco mais da bondade e do amor de Deus. A entrega das doações recebidas na Campanha do Agasalho 2012 na Comunidade da Fábrica, em Carapicuíba.

Depois de cantarmos com o Coral Nova Semente, no sábado pela manhã, “Deus é bom!”, “…Cantai, ao Senhor nosso Deus, porque ele é bom!…” e “…Não temos outra razão… mas cumprir teu chamar”, tivemos a oportunidade de experimentar a bondade e o amor de Deus, e também a disposição de servir ao entregar as roupas e cobertores arrecadados na Campanha do Agasalho 2012, aos moradores da favela da Comunidade da Fábrica, em Carapicuíba.

Os voluntários deram início às suas atividades ouvindo o Pr. Fabiano falar sobre Mateus 25:35-40: “Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; enfermo, e me visitastes; preso, e fostes ver-me. Então, perguntarão os justos: Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Ou com sede e te demos de beber? E quando te vimos forasteiro e te hospedamos? Ou nu e te vestimos? E quando te vimos  enfermo ou preso e te fomos visitar? O Rei, respondendo, lhes dirá: Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes”.

Assim, começamos o trabalho, certos de ver a bondade e o amor de Deus fluindo em nós, de nós para aquela gente tão simples e necessitada e também de toda esta gente para nós. Ouvimos das pessoas que receberam as doações que já estão passando frio, e que agora, com nossos cobertores, iriam dormir melhor. Vimos a alegria estampada em seus olhos por ganharem roupas – roupas já usadas e que não valiam mais nada para nós, mas que para eles foi uma bênção.

Martha Viana, voluntária que propôs o bazar de roupas que fizemos para arrecadar fundos para a compra dos 300 cobertores novos, deixou seu depoimento, que, com certeza, é o que preencheu o coração de todos que estiveram presentes na Comunidade da Fábrica hoje: “Eu vim de mãos cheias, para doar as roupas, e pensei que sairia daqui de mãos vazias, mas estou saindo de mãos cheias por ver que, mesmo diante da dificuldade que estas pessoas passam, muito maiores do que as minhas, eles têm sorrisos lindos no rosto, eles têm uma alegria que por vezes nós, que temos tudo, não conseguimos ter. Saio daqui de mãos cheias por perceber que sou rica, e como os meus problemas não são nada diante da vida que essas pessoas têm, e saio de mãos cheias por receber a alegria e o sorriso destas pessoas”.

É assim que todos saímos de lá hoje: os moradores da Comunidade da Fábrica, de mãos cheias e de coração cheio, pois receberam o amor de Deus através das roupas, cobertores e através de nossos abraços e sorrisos. E nós, voluntários, de mãos cheias e coração cheio, por perceber que muitos de nossos problemas não são tão grandes como pensávamos, e por receber a bênção do amor de Deus através de uma ação tão simples, mas tão cheia de significado, porque Jesus pediu que nós a realizemos.rica, e como os meus problemas não são nada diante da vida que essas pessoas têm, e saio de mãos cheias por receber a alegria e o sorriso destas pessoas”.

 

29
jun

Olá Grande Família!

Fabiano Mendes

As mulheres sempre têm a última palavra numa discussão

Olá queridos! Como está a semana, tudo bem? Não vejo a hora de estarmos juntos novamente na série “A Grande Família?”. Espero que os homens e as mulheres estejam se entendendo um pouco mais depois das duas primeiras semanas da nova série. Não se esqueçam de levar as diferenças de gênero com mais bom humor e tolerância. É muito importante compreendermos as características que nos distinguem se queremos ter sucesso nas relações profissionais, sociais e familiares entre homens e mulheres. Não desistam nas primeiras dificuldades, busquem recursos e informações que melhorem e facilitem as relações.

Esta semana começaram as férias da minha filha. Eu combinei com ela que iríamos brincar juntos e que eu ia fazer uma surpresa para ela. Abri uma caixa com um antigo autorama do meu tempo de criança e resolvi colocar aquele brinquedo pra funcionar. Saí com ela e fomos até um “Pronto-Socorro” para brinquedos. É impressionante a quantidade de peças de reposição e serviços que estas oficinas possuem para consertar brinquedos que já estão parados há muito tempo. Eles deixam tudo novo, como se tivesse acabado de sair da fábrica. Fora as dicas e recomendações para conservar o brinquedo. Foi como se o tempo voltasse e eu revivi com minha filha as emoções de criança. Mais do que isso, eu amei ver nos olhos da minha filha o mesmo brilho dos meus olhos, quando ganhei este presente muitos natais atrás. Nunca pensei que ela fosse curtir tanto quanto eu aquela brincadeira. Sabe de uma coisa, às vezes os adultos não sabem como consertar algo e decidem que não vale a pena consertar as coisas. Mas isso não quer dizer que não tem conserto. Muito menos que a emoção de ver algo quebrado funcionando muito bem como antes, não tenha um significado especial.

No próximo sábado vamos falar sobre como envelhecer em família. Você é meu convidado para refletirmos juntos sobre “Como Lidar com a Velhice”.

Te espero na Nova Semente, até sábado.

Um abraço, Pr. Fabiano Mendes.

29
jun

23/06/2012 – Programa Comunidade

admin

Boa noite queridos!!!

Essa semana foi especial para nossa Comunidade, pois o Coral Nova Semente esteve conosco no louvor.

Para mim foi triplamente especial: além do Coral Nova Semente, estava fotografando o Coral e minha família foi escolhida para levar a Arca com os pedidos de oração. Muita emoção e uma grande responsabilidade.

Quem registrou tudo foi a querida Cibele Piovesan (www.cibelepiovesan.blogspot.com).

Vejo vocês sábado às 10h em nossa Comunidade.

Um grande abraço e fiquem com Deus.

27
jun

Progresso

Gelson de Almeida Jr.

Segundo o calendário oficial de nosso país, hoje é o “Dia Nacional do Progresso”. A palavra progresso é de origem latina e é a junção da preposição “pro” (pra frente) e “gressus” (passo, movimento), progresso é um passo ou movimento que nos impulsiona para frente. Sendo assim, você pode afirmar que sua vida está em franco progresso?

Quando o povo hebreu saiu do Egito, em direção à Terra Prometida, viu-se num situação incômoda, atrás vinha faraó, com o melhor do seu exército, pelos lados, barreiras naturais e à frente o Mar Vermelho. Num misto de pânico e revolta, eles questionaram Moisés, que, por sua vez, dirigiu-se a Deus que, numa linguagem muito simples, disse que fossem em frente (Êxodo 14:15), após anos como escravos era necessário que aprendessem sobre como ocorre o progresso. Em meio ao medo e desconfiança olharam para frente e caminharam, ao assim proceder conheceram o Deus do impossível, que abriu uma passagem em meio ao mar para que seguissem seu caminho.

Diariamente Cristo nos convida para ir até Ele (Mateus 11: 28), se o fizermos estaremos progredindo, pois o verdadeiro progresso só ocorre quando caminhamos em direção do Eterno. tempestade, provas, lutas e aflições poderão vir, mas apenas creia, confie e dê um passo de cada vez, não pare nem retroceda jamais, pois o Deus do progresso aguarda por você no final do caminho.

26
jun

Família, imagem e semelhança

Marco Aurélio Brasil

A Bíblia diz que somos feitos à imagem e semelhança de Deus. Essa afirmação é motivo para muito debate entre os teólogos, porque há muitas ideias sobre o que isso poderia significar. Seria uma semelhança física? Teria Deus um nariz? Ou será que essa semelhança é em outro sentido? Bem, não sou teólogo, mas me aventuro a ter a minha ideia eu também.

Veja, o relato da criação em Gênesis 1 e 2 mostra um Deus cuidando exclusivamente de Sua criação. Adão e Eva, nossos primeiros pais, criados à imagem e semelhança de um Deus assim, são mostrados cuidando exclusivamente um do outro, dos animais e do jardim onde Deus os colocou. A primeira vez que descobrimos Adão e Eva fazendo algo para si próprios é após haverem pecado, quando eles começam a costurar roupas para si. O pecado inaugurou, portanto, o império do egoísmo, o ambiente em que nós buscamos nossos interesses pessoais, e não os de outros.

Rompeu-se ali nossa imagem e semelhança de Deus, a ponto de, porque todos pecamos, estamos todos destituídos da glória (imagem) de Deus (Romanos 3:23).

A família é o convite especial de nosso Criador a reacender e reafirmar a imagem dEle em nós. Em que outro ambiente podemos tão bem deixar de lado o egoísmo e nos ocupar dos interesses e necessidades dos outros? Em que outra esfera fazê-lo é mais urgente?

Ame sua família e faça dela um instrumento da reprodução da semelhança do Criador em você.

25
jun

o que é que a gente quer?

Adriano Vargas

Os dias passam e percebo que na realidade, a gente só quer o que a gente não tem. Parece coisa de criança, mas é assim que as coisas são no mundo da gente grande. A gente vive sempre querendo mais e por isso sempre vai haver “algo mais” que a gente não tem, mas que inexplicavelmente quer mais do que tudo. Parece história de criança passeando por entre as vitrinas do shopping, mas é coisa da gente. Gente mimada, pra não dizer egoísta. Por dentro a gente é assim e esse é só o início de tudo o que de mau existe por fora – entre as gentes, se é que me entende…

A gente só quer o que a gente não tem.

Um lugar pra sentar, uma sombra, um beijo. Uma pista, uma sexta, um pão de queijo. Sei lá. Algo simples, fútil, mas que satisfaça. Algo quente, mas leve que nem fumaça.

É um amor infundado pelo novo, pelo belo, pelo outro. uma coceira nas mãos, um treme-treme nos pés. Um pensamento insistente. Ansiedade.

O belo, a quem quer parecer. O novo, a quem quer entreter. O outro, a quem quer enganar. Não. Isso não pode ser tudo.

Egoísmo é um dos meus defeitos principais, talvez o maior que você talvez nem viu ainda … Infelizmente eu não sou diferente. E luto contra mim pra não viver sendo regido pelo que não sou e pelo que não tenho. É luta infantil, mas é luta cruel – de todos os dias e horas e pensamentos. Mas de vez em quando uma luz se acende (quando o eu se apaga) e consigo enxergar as coisas com mais lucidez.

Aprendi que serei feliz não quando finalmente tiver o que sempre quis, mas quando simplesmente
quiser o que sempre tive.

Hoje tenho Deus e sou muito feliz,

Desculpe-me claro por querer mais, antes do tempo de querer este mais…mais de mim, mas de Ti Senhor.

23
jun

Como lidar com as esposas?

Comunicação

Olá comunidade Nova Semente! Hoje apresentaremos o 2º tema da série “A Grande Família?”.  O Espaço Nova Semente estará com as portas abertas para todos e certamente teremos uma programação sensacional. Música, drama, palestra dirigida pelo Pr. Fabiano Mendes e você…

Não poderá estar presente? Não tem problema, acesse: programação ao vivo

Então não esqueça, 19h, pontualmente, iniciaremos nossa programação.

Nos vemos lá!!

23
jun

Como lidar com as esposas?

Comunicação

Olá comunidade Nova Semente! Hoje apresentaremos o 2º tema da série “A Grande Família?”.  O Espaço Nova Semente estará com as portas abertas para todos e certamente teremos uma programação sensacional. Música, drama, palestra dirigida pelo Pr. Fabiano Mendes e você…

Não poderá estar presente? Não tem problema, acesse: programação ao vivo

Então não esqueça, 19h, pontualmente, iniciaremos nossa programação.

Nos vemos lá!!

23
jun

Olá Comunidade Nova Semente

Fabiano Mendes

Curtindo nossa nova série A Grande Família? Você que esteve no último sábado com a gente aqui na Nova Semente acompanhou a primeira palestra da série, Como Lidar com os Maridos. Exploramos um pouco das particularidades dos homens e sobre como conviver melhor tanto em família quanto nos negócios ou mesmo socialmente. Você se lembra das cinco atitudes dos homens que irritam as mulheres? Apenas para refrescar sua memória vou repartir com vocês uma imagem que recebi esta semana de uns amigos e que resume bem o que falamos.

Você que não esteve conosco ou ainda não está por dentro do que apresentamos no primeiro tema desta nova série, clique aqui: Programa Conexão – A Grande Família?

No próximo sábado, falaremos sobre aquelas que fazem a vida dos homens muito mais significativa. Nossa convidada da noite será a mulher. Vamos refletir um pouco mais sobre a figura feminina e como tirar melhor proveito destas diferenças.

Te vejo na Nova Semente sábado que vem, às 19 horas.

Um grande abraço,

Pr.Fabiano Mendes

 

 

22
jun

Complexo de Vira-Lata

admin

“Quanto mais eu treino, mais sortudo fico”

——————————-

O seu copo está meio cheio ou meio vazio? A nossa vida é definida pela atitude que temos frente aos sucessos e fracassos, bênçãos e provações. Podemos nos ater a uma postura como de uma criança mimada: chorando e reclamando de não termos isso ou aquilo, à espera de que um dia Deus inclinará os Seus ouvidos para nos atender, como se fôssemos pobres vira-latas à espera da compaixão alheia.

Ou então, mudamos nosso comportamento e passamos a perseguir nossos sonhos. Certa vez, um repórter, espantado com a tacada genial de um golfista, questionou como ele tinha tanta sorte. O atleta então respondeu: “É engraçado, mas quanto mais eu treino, mais sortudo fico”. Nada vem de graça, precisamos trabalhar pelo que desejamos. Deus está pronto para lhe abençoar e lhe inspirar, dando sabedoria a todos que assim desejarem (Tiago 1:5).

Mesmo assim, ainda podemos aprender com os vira-latas por conta de uma característica diferenciada: amor e fidelidade incondicional por aqueles que lhe ajudam. Muitas vezes nem percebemos que estamos agindo como um cão vira-lata. Mas este comportamento é acompanhado por amor e fidelidade incondicionais a Deus? Pois o justo nunca há de ficar desamparado, nem sua descendência irá mendigar o pão (Salmos 37:25).

O tempo está passando, não fique preso aos erros de ontem nem aos sonhos do amanhã. O momento de agir é agora. Só assim você poderá consertar os desvios do passado e atingir seus objetivos para o futuro. Você foi criado por Deus para ser um vencedor, portanto, não seja uma pedra no seu próprio caminho: “somos mais do que vencedores, por meio daquele que nos amou” (Romanos 8:37).

1 2 5